Quarta, 19 de Junho de 2024 23:32
(11) 97588-9546
21°

Tempo limpo

São Bernardo do Campo, SP

Dólar com.

R$ 5,42

Euro

R$ 5,83

Peso Arg.

R$ 0,01

Senado Federal Senado Federal

Preservar meio ambiente contribui para o desenvolvimento, diz Confúcio Moura

O senador Confúcio Moura (MDB-RO) destacou, em pronunciamento no Plenário nesta segunda-feira (10), a passagem do Dia Mundial do Meio Ambiente, cel...

10/06/2024 21h56
Por: Jornal ABC News Fonte: Agência Senado
 - Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
- Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Confúcio Moura (MDB-RO) destacou, em pronunciamento no Plenário nesta segunda-feira (10), a passagem do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no dia 5 de junho. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1972, com o objetivo de chamar a atenção para os problemas ambientais e a importância da preservação dos recursos naturais.

— De acordo com a convenção das Nações Unidas sobre a mudança do clima, o mundo vive um quadro de mudanças muito severas, alterações do clima provocadas pela atividade humana, causadas pela alta emissão de poluentes da Terra, que acabam intensificando processos como aquecimento global, perda desenfreada da biodiversidade e desastres ambientais no mundo — disse.

O senador enfatizou que há uma ideologia na política ambiental no Brasil. Segundo ele, há um constante conflito entre “desenvolvimentistas”, que temem que leis ambientais mais rigorosas prejudiquem a produção, e ambientalistas que lutam por maior proteção ao meio ambiente. Para o parlamentar, essa polarização dificulta o entendimento e fragiliza as legislações ambientais.

— É fundamental que a gente coloque na cabeça, de uma vez por todas, que, ao preservar o meio ambiente, preservar as nascentes, preservar as florestas, preservar os aquíferos, estamos contribuindo com o desenvolvimento em todos os setores! Não dá para entender por que é que ficamos brigando: de um lado, quem quer preservar; do outro lado, quem quer produzir. Parece que nós, brasileiros, estamos brigando. Já somos grandes produtores de comida para o mundo, e isso não vai diminuir. Podemos aumentar, inclusive, sem precisar impactar ainda mais o meio ambiente, sem promover, por exemplo, a poluição, o aquecimento global e mais tragédias, como essa agora do Rio Grande do Sul e outras tantas que vêm acontecendo mais recentemente — observou.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.